domingo, 11 de dezembro de 2011

LIVRO DE ARTISTA PAULA LA MOURA



30 Reflexões de uma Brasileira sobre o Flamenco

Este é um livro de artista sobre o flamenco. Não se trata de um livro literário. Trabalha com trinta reflexões visuais e textuais, livres e pessoais de uma brasileira, praticante e estudante da arte flamenca e da arte visual.

Minha história com o flamenco se iniciou quando, em minha segunda infância, tive contato quase que diário com uma querida família cujo pai era espanhol. Tio Ramon. Ali, conheci Paco de Lucia e, depois, Carmem, no filme de Carlos Saura. Fiquei impressionada com a música e a dança. Mais tarde, comecei a desenhar cotidianamente e, sempre me vinha o ímpeto de representar ciganas, toureiros, mulheres com castanholas, etc.

Já adulta e mãe me deparei com a imensa vontade de imergir no mundo da dança flamenca. Procurei locais para fazer aulas e, comecei a dar meus primeiros passos com a querida Ila Vita. Neste momento, um novo mundo se abriu em minha vida. Me aproximei das artes como um todo (inclusive da EBA) e fui batizada por minha mestre com o nome Paula La Moura.

Por minha distancia física da terra mãe da cultura flamenca, tive a necessidade de, enquanto aprendia as técnicas de dança, conhecer e investigar em textos e dentro de mim tudo que aquilo significava.

Muitos questionamentos começaram a aparecer desde então. E, diante deles, tive o ímpeto de expressar meus sentimentos, dúvidas e descobertas pessoais através das artes visuais. Pinturas em acrílico, aquarelas, guache, pastel seco, pastel óleo, gravura, monotipia, etc. Muitas técnicas foram usadas para representar minhas descobertas e aflições.

O resultado deste trabalho é este livro de artista que trago à terceira edição do Fanzine Dibolso para, junto com meus colegas, inaugurar, com muito orgulho, a prateleira de livros de artistas na biblioteca da Escola de Belas Artes da Ufba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário